- BIO

GILBERTO PALMARES é eletrotécnico de profissão. Trabalhou 40 anos na Embratel como técnico em telecomunicações. Foi presidente do Sinttel-Rio por duas gestões. Foi o primeiro Presidente do PT-RJ eleito pelo voto direto. Foi Secretário Estadual de Trabalho. Atualmente é Presidente licenciado do Conselho Regional dos Técnicos (CRT RJ). É formado em História e Mestre em Psicologia Social, ambos pela UERJ.

Em 1994, concorreu pela primeira vez às eleições, disputando uma vaga de deputado federal pelo PT e foi o quinto mais votado. Em 1996 foi eleito vereador pelo município do Rio. Em 2002 foi eleito deputado estadual pela primeira vez, com 49 mil votos, reeleito em 2006 e 2010. Em 2014, ficou na primeira suplência e retornou à Alerj em 2017. Sua última disputa foi em 2018, quando ficou como segundo suplente.

Como Deputado Estadual foi líder da bancada do PT por duas vezes. Presidiu várias Frentes Parlamentares, foi coordenador da Escola do Legislativo por oito anos e participou de CPIs importantes como a das Milícias (Relator), Barcas (Presidente) e Transportes (Vice-Presidente).

É autor de mais de 100 leis, dentre elas a que criou a Comissão Estadual da Verdade e que determinou a instalação de câmeras de vídeo em todas as viaturas policiais.

Equipe ColaborAtiva
Gilberto Palmares foto

Formação

Mestre em Psicologia Social

Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ)

Pós Licença em Educação

Universidade Cândido Mendes

Graduado em História

UERJ

Técnico em Telecomunicações

Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca - CEFET

Experiências pública anteriores

Presidente CRT Rio de Janeiro

2022-(licenciado)

Deputado Estadual

4 mandatos (2003-2007, 2007-2011, 2011-2015, 2016-2017)

Secretario de Trabalho do Governo do Estado

1999-2000

Vereador do Rio de Janeiro

1996-1998

Presidente Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Rio de Janeiro

1990-1996

Destaques

Presidente licenciado do CRT para Eleições 2024

2024

Em nossa gestão à frente da Presidencia e Conselho do CRT, nossa principal preocupação vai além da simples fiscalização das atividades profissionais. Queremos garantir a saúde e a segurança de você e de sua família. Portanto, nosso objetivo é simplificar e respeitar os procedimentos para os profissionais que precisam regularizar sua situação profissional, além premiar associados, oferecendo benefícios. Valorizar esses profissionais se faz cada vez mais importante a para o desenvolvimento econômico de todas atividades profissionais que envolvem eventos e serviços essenciais como internet.
Coordenador da Escola do Legislativo Fluminense (ELF)

2007

Como Segundo vice-presidente da Alerj, Gilberto Palmares foi coordenador da Escola do Legislativo Fluminense (ELF). Sob sua coordenação a Escola implementou o Programa de Educação para Jovens e Adultos (EJA), em parceria com o Sesi, permitindo a elevação da escolaridade de servidores efetivos, terceirizados e comissionados da Casa. Ao mesmo tempo, em parceria com o Ibam, deu início à realização de cursos de aperfeiçoamento em Gestão e Orçamento Públicos e promoveu uma série de debates sobre temas de interesse da sociedade. É, também, presidente da Comissão Especial de Acompanhamento do PL 2683/2007. Preside a Frente Parlamentar de Combate à Tuberculose/Aids e da Frente Parlamentar pela Coexistência Pacífica entre as Religiões.
Presidente das Comissões Especiais de Combate ao Trabalho Precarizado

2004

Em seu primeiro mandato foi líder da bancada do PT (2004), presidente da Comissão Permanente de Trabalho, Legislação Social e Seguridade Social; criador e presidente das Comissões Especiais de Combate ao Trabalho Precarizado e de Fiscalização das Condições de Trabalho em Call Centers, eleito subcorregedor geral da Alerj. Por sua iniciativa, foi criado também o Disque Denúncia Trabalho, serviço gratuito da Alerj que num espaço de dois anos conseguiu regularizar a situação de mais de dois mil trabalhadores.

Blog

Image 3

Pré-candidato a vereador do Rio.

Pessoal, para quem ainda não sabe, sou pré-candidato a vereador do Rio. Uma decisão que tomei diante de tudo que vejo e do que ainda posso fazer pela minha cidade. Para quem ainda não me conhece, vou dar uma resumida na minha experiência: já fui vereado e; sou autor de mais de 100 leis ao […]

Image 3

Dia das Mães

Lembro-me com saudade da minha mãe, que como lavadeira no alto do Morro da Formiga, sempre batalhou para proporcionar algum conforto e educação de qualidade a mim e à minha irmã. Abraço com carinho todas as mães da família. Estendo meu abraço também às mães e às avós que são como mães nas comunidades, que […]

Image 3

[Instituto Telecom] Nossa Opinião: Banda larga nas escolas, uma história de empulhação

Nossa Opinião: Banda larga nas escolas, uma história de empulhação Excepcionalmente, o Instituto Telecom publica esta semana artigo do vice-presidente do Clube de Engenharia e conselheiro do Instituto Telecom Márcio Patusco No Jornal do Clube de Engenharia de julho de 2021, no artigo “Pandemia expõe fragilidade do ensino nas escolas públicas”, escrevíamos: “As preocupações com […]

Clipping

Funcionários de empresas de serviços poderão estacionar em locais proibidos sem serem multados
Festival pró-Lula tem apreensão de materiais.
Festival pró-Lula tem apreensão de materiais.

31/07/2018

“Nas orientações que foram passadas pelo TRE diz que políticos com mandato podem desde já defenderem seus feitos. Isso não é campanha antecipada”, disse. Palmares se queixou da forma como as apreensões foram feitas, alegando que os fiscais foram antidemocráticos.“Se eu não puder me manifestar sobre o meu mandato, se não posso ir à rua conversar com o eleitor, a democracia fica comprometida”, disse.

Ex-presidente da Fetranspor se nega a responder perguntas na CPI de Transportes
Ex-presidente da Fetranspor se nega a responder perguntas na CPI de Transportes

19/06/2018

Comissão da Alerj debate privatização da Casa da Moeda
Comissão da Alerj debate privatização da Casa da Moeda

18/06/2018

Temos que defender a Casa da Moeda desse governo entreguista que quer acabar com o patrimônio público! Assim como no desmonte do Governo Collor, precisamos reagir em conjunto, em defesa de todas as empresas públicas.

”O deputado estadual Gilberto Palmares ressaltou que a Casa da Moeda não apresenta dificuldades em sua produção. “Temos total capacidade de continuar cunhando nossa própria moeda. São mais de dois bilhões de cédulas produzidas anualmente”, relatou.” cita o Solidário Notícias.

Link desta página no QRCODE: